SOBRE O BLOG

Miscelânea intuitiva de gostos, sonhos, desejos, angústias, paixões e destemperamentos, e,porque não, de ódios, raivas e estresses... Miscelânea é assim: TEM DE TUDO!

Meu Diário de Bordo da solidão, meu painel de idéias e guia de entendimento, tudo misturado com humor, drama, terror, anti-corintianismo, sentimentos e doses homeopáticas de papo sério.

Chega junto, arruma um banquinho, senta aí e vem comigo!

Páginas

segunda-feira, 13 de novembro de 2006

INTRIGAS

Pessoas intrigantes têm espalhado que converti-me ao lullismo, pelo simples fato daquele post no qual digo que o governo não foi de todo ruim. Como há intrigas no mundo!
Nada mais falso do que minha suposta conversão aos ditames petistas. Todos sabem que, para mim, Lulla bom é Lulla morto, mas eu sempre lembro que, se ele morrer agora, quando o povão xucro, e o nem tão xucro, votou nele, o José de Alencar está só esperando para abrir mais uma fábrica na China, então Lulla fica como uma mulher: ruim sem ele, pior sem ele...
Quanto ao fato de mudar minha artilharia para os cursos de EXATAS, mais precisamente contra os engenheiros, explico-me que isso passa, isso passará, mas que era necessário eu colocar para fora o que sentia, mesmo correndo o risco de, generalizando a insensibilidade notória dos EXATIANOS, ser morto por uma horda de engenheiros assassinos. Ainda não entendo o que se passa na cabeça desses seres tão complexos e calculistas, mas minha curiosidade está diminuindo, assim como qualquer tipo de sentimento em relação à essa raça, mas GARANTO que a mudança de posição não se deve à uma aliança com o Planalto e sim à vontade de exprimir meus sentimentos tão pisados e espantar os fantasmas que, insistem, balançam suas correntes em minha cabeça vez ou outra, no que lembro o fato de que não é somente em minha cabeça que elas, as correntes, são arrastadas...
Enfim, em breve, tornarei minha artilharia contra o Lulla de novo. Aguardem as cenas do próximo capítulo.

2 comentários:

Miss Supahstah disse...

Hehehehe!
Posso te garantir que nem todos os engenheiros são frios e calculistas!!

Mas poderia concordar que eles são bem doidinhos!
:)

Intrigante disse...

Rssss, tadinho do Lulla, tadinho do Brasil. Que bom que vc não se converteu!!!

Que os engenheiros não te ouçam então, rssss, para que neles não aflores os cantos passionais...

Assim como todo coração emocionado tem perdido em si suas frações exatas, têm também os EXATIANOS, as suas frações amorosas.

Quanto às correntes... Não as arrasto mais. Com todo esforço das frações exatas e inexatas do meu coração, com a paciência e o carinho dos Amigos - que por horas e horas a fio emprestaram-me os seus dois ouvidos, os seus olhos, os seus conselhos - encontrei a chave, descartei o sobrepeso e guardei com carinho os elos essenciais à minha história! Simplesmente porque não podemos arrancar do peito o passado, como se tivéssemos a escolha de não tê-lo vivido. Engasguei muitas vezes na tentativa de engolir o que vivi, mas com tempo, com lágrimas, com soluços, tudo foi enfim digerido.

E digo que é incrível esse milagre! Um belo dia acordamos e ao vasculhar no peito aquele mofado sentimento, simplesmente ele já não está mais lá! Como diz a música...

"Troque o padrão do tecido
Saia do sério, deixe os critérios
Siga todos os sentidos
Faça fazer sentido
A cada milágrimas sai um milagre"