SOBRE O BLOG

Miscelânea intuitiva de gostos, sonhos, desejos, angústias, paixões e destemperamentos, e,porque não, de ódios, raivas e estresses... Miscelânea é assim: TEM DE TUDO!

Meu Diário de Bordo da solidão, meu painel de idéias e guia de entendimento, tudo misturado com humor, drama, terror, anti-corintianismo, sentimentos e doses homeopáticas de papo sério.

Chega junto, arruma um banquinho, senta aí e vem comigo!

Páginas

domingo, 21 de março de 2010

Dia triste...

Desculpem aos que eu deveria ter conversado/avisado/ligado no dia de ontem...
20 de março é aniversário de meu pai... Nossa, quanta saudade sinto
daquele cara quase sempre com barba por fazer e que me ensinou o que é
"estar ao meu lado"...
Acordei triste, nó na garganta, apertando, apertando, baqueado, pois
ainda sinto sua presença, sua falta, sua ausência, e no dia de hoje
sei que estaríamos juntos, todos, comemorando-o... Meu pai era a pedra
alicerçal de minha família, e quando ele se foi, foram todos, numa
guerra surda e fraticida que empurrou cada qual pra um canto e acabou
com aquela pequena família que éramos...
Há algum tempo tenho lutado por reconstruí-la -se não a original, ao
menos uma nova, minha - usando o que ficou de bom daquela, descartando
o que ficou de ruim, tentando fazer algo que edifique, mas hoje
percebi que isso é impossível, estou mais sozinho do que nunca estive,
aqueles que fizeram juras de amor eterno quebraram suas promessas e
nada, nada, faz sentido nesse dia estranho, com gosto de bolo velho...
Percebo com tristeza que o maior ensinamento que meu pai me deu, "vá
até o fim com quem estiver contigo", é o passaporte para a
infelicidade, pois com uma única exceção - que lutou, ralou, mostrou o
quanto estava comigo e foi ao meu lado até o derradeiro fim - todos os
que eu jamais abandonei me viraram as costas tão logo puderam...
Sempre acreditei nisso, de "ir até o inferno com você", mas percebi
ontem, dia em que me tiraram algo muito precioso, que não perdi só meu
pai, e sim a confiança de seguir alguém até o fim... Percebi que o
mundo é egoísta, que o cada um por si impera e que não há mais espaço
pra essas baboseiras de companheirismo.
Hoje foi um dia longo, no qual chorei muito -quem disse que homem não
chora?- no qual percebi o quanto estou sozinho de verdade...
Como eu precisava desesperadamente falar com alguém! E como eu tentei!
Mas, no outro lado, só egoísmo, frio e distância...
Como eu queria acabar com essa solidão à base do liga/desliga!
Pelo menos, o dia de hoje me deixou claro com quem posso e não posso
contar, e, pena, hoje foi dia de perceber que muito mais do que os
ensinamentos de meu pai morreram com o tempo.
Vivamos e aprendamos com a vida. Hoje foi dia de sofrer, amanhã será
dia de recomeçar, e nada como um dia após o outro para percebermos o
quanto a roda gira, o quanto o mundo dá suas voltas, e a falta que faz
alguém que "vai conosco até o inferno...".
Amanhã será outro dia...
--
Enviado do meu celular
"Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor: Dar voltas.''
JOSÉ SARAMAGO

3 comentários:

Michele P. disse...

Tente outra vez
Barão Vermelho
Composição: Raul Seixas / Paulo Coelho / Marcelo Motta

Veja,
Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez

Beba,
Pois a água viva ainda está na fonte
Você tem dois pés pra cruzar a ponte
Nada acabou, não, não

Tente,
Levante sua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça agüenta se você parar
Não, não, não, não, não
Há uma voz que canta
Há uma voz que dança
Há uma voz que gira
Bailando no ar

Queira,
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo, vai
Tente outra vez

Tente,
E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez.


Tente amigo. A dor vai amenizar.

Beijos

Anônimo disse...

Desculpa....eu não sabia a data do seu pai!

Eu teria te dado suporte! Vc é uma pessoa muito importante!!! Me importo muito com você, por mais que eu me afaste sem uma explicação racional.

Adriana disse...

Sinto por esse dia triste, sei que não foi o primeiro, sabemos que não será o ultimo :( Mas tenho certeza que vc vai encontrar alguem "que irá até o inferno com vc"..
E enquanto vc procura, se quiser to por aqui, longe, mas a disposição pra ouvir , ler (seja qual for a midia...rs)
Bjao migo!